Encruzilhada

em

Há algum tempo atrás, caso me perguntassem sobre certezas inabaláveis na minha vida, eu pensaria na Medicina. Nada nunca foi tão sólido quanto meu amor pela profissão: nem minhas relações familiares, nem outras ambições, e muito menos meus amores.

Neste ano, as coisas mudaram, e minha carreira me levou a encruzilhadas que eu jamais imaginei que iria conhecer. Decisões difíceis, tomadas com pouco ou nenhum respaldo; caminhos que antes pareciam sedutores e certeiros, mas que agora revelam ser estradas estreitas e sombrias. Minhas opções, que até então pareciam iluminadas, perderam completamente o viço.

Eu, que tinha tantas certezas, agora não tenho nenhuma. Às vezes eu me pego pensando o que seria impensável há alguns meses: talvez eu não tenha escolhido o caminho certo. Talvez essa não seja a minha vocação, como eu sempre acreditei ser. Talvez a decisão certa teria sido outra: carreiras menos extenuantes, que não me sugassem tanta vida e verve. Mas a essa altura do campeonato, mudar de ideia beira o impossível.

Sendo assim, permaneço seguindo por esses caminhos, tirando a sorte nas encruzilhadas e esperando que o futuro me traga lugares melhores, e sobretudo aquilo que antes era corriqueiro: a certeza de que estou no caminho certo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s